Os 10 melhores alimentos pré-treino

Todo mundo quer chegar na praia no final do ano com um corpo legal, e para isso, não basta só correr, pedalar ou pegar pesado na academia, a alimentação também é muito importante. – Aliás, o descanso e a alimentação são até mais importantes que o treino em si.

Assim, pra te dar uma força, nós aqui da Men’s Market decidimos trazer os 10 melhores alimentos pré-treino pra você já começar o projeto verão 2019 com tudo! Olha só.

1 – Batata-doce

Fonte de carboidratos complexos, é também uma excelente fonte de energia. Além disso, a batata-doce possui baixíssima quantidade de gorduras e é rica em minerais importantes para a prática de exercícios físicos, como potássio, cálcio, fósforo e ferro.

2 – Banana

A Banana é uma das frutas preferidas de quem pratica esportes, porque além de prática, é rica em carboidratos, o que vai dar mais energia para o treino.

Além disso, é rica em potássio – um dos minerais mais importantes para quem pratica atividade física. A deficiência de potássio durante o treino pode causar cãibras, distensão abdominal, diminuição dos reflexos, etc.

3 – Ovos

Os ovos são uma ótima fonte de proteína e você pode prepará-lo de diversas formas – mexido, cozido, omelete, omelete de claras, etc.

Uma preparação muito consumida hoje em dia é a crepioca (mistura de ovo com tapioca). A crepioca é um ótimo pré-treino porque além de possuir a fonte de proteína (ovo), também contém uma ótima fonte de carboidrato (tapioca).

4 – Grãos-integrais

Os grãos integrais e seus subprodutos, como os pães, as massas e o arroz integral, possuem índice glicêmico mais baixo. Portanto, evitam o pico de insulina e a hipoglicemia de rebote que pode causar enjoo, náuseas, tonturas, etc. Eles até são indicados em alguns casos específicos, de acordo com modalidade, intensidade e outras questões relativas ao treino.

5 – Shakes de proteína

No mercado, é possível encontrar diversas fontes de proteínas em pó, como proteína do soro do leite (Whey Protein), proteína do arroz, proteína da carne.

Esses shakes normalmente são digeridos e absorvidos muito mais rapidamente do que os alimentos sólidos. Por isso, são uma boa opção para o seu pré-treino, principalmente para pessoas que não tem muito tempo para uma refeição e/ou para aquelas que sentem mais desconfortos gastrointestinais durante o treino., e também podem ser uma opção para as pessoas não apresentam tão facilmente a hipoglicemia de rebote.

6 – Lanches e sanduíches leves

Não dá para pegar pesado na alimentação pré-treino, pois isso pode causar desconfortos gastrointestinais que prejudicam seu desempenho físico. Por isso, sempre recomendamos alimentos mais leves e de fácil digestão.

Os sanduíches são uma boa opção, pois são práticos, não precisam ser associados com outros alimentos e podem ser levados a qualquer lugar. Uma ideia de sanduíche bem fácil e saboroso e a combinação; Pão integral + uma fatia de queijo branco + peito de peru. As variações podem ficar por sua conta, é só não pegar pesado!

7 – Macarrão

Similar ao arroz, tem grande concentração de carboidratos de rápida absorção que irão fornecer energia para o treino. Mas, cuidado com o molho. Evite os gordurosos e prefira os de tomate simples, com azeite de oliva e manjericão para ganhar mais nutrientes e antioxidantes (licopeno).

8 – Filé de Frango

O Filé de Frango contém diversas vitaminas, além de ser uma das melhores fontes de proteínas magra para a dieta antes e depois do treino.

9 – Iogurte desnatado

O Iogurte especialmente reduz a gordura ao redor da barriga. Devido a estas razões iogurte desnatado é altamente recomendado para pessoas que queiram perder peso. Ele pode ser facilmente preparado em casa usando leite desnatado e pode substituir lanches gordurosos, como batatas fritas e hambúrgueres.

10 – Açaí

Os atletas são adeptos do açaí na dieta devido ao alto valor energético da fruta, que dá um pique incrível para as atividades físicas, além das vitaminas e do ferro, que previne anemia e fortalece os músculos.

Agora acabou a desculpa pra não ir pra academia!